Sobre a empresa

A Agroverde é uma das maiores redes de pet shop de Sorocaba, interior de São Paulo. A empresa tem duas lojas na cidade, com a matriz sediada em São Roque (SP). Com 23 anos de atuação no mercado, a Agroverde atende cerca de mil clientes diariamente em suas três unidades. O faturamento médio mensal da rede é de aproximadamente R$ 22 milhões por ano.

Desafio

A Agroverde mantinha seu sistema de gestão e seu banco de dados em um servidor físico alocado na matriz da empresa, em São Roque. O servidor controlava a rede e o compartilhamento de informações com a filial de Sorocaba. Através do servidor, a Agroverde administrava todo sistema de informações financeiras, registros de compras e vendas, controle de clientes, funcionários, fornecedores e promoções.

Com o crescimento das lojas e a abertura de outra unidade em Sorocaba, a estrutura começou a ficar insuficiente para a quantidade de dados. “Tínhamos muito problema de acesso por instabilidade na internet, o sistema vivia fora do ar”, diz Fernanda Branco, supervisora administrativa. Fernanda também relata problemas com backup e perda de informações: “Durante todo o dia , funcionários ligavam das filiais relatando contratempos. Não conseguíamos trabalhar”, conta a supervisora.

A Agroverde ainda apostou na alternativa de modernizar sua estrutura de rede, com novos servidores, computadores, cabeamento, storages e internet. Entretanto, o baixo custo-benefício inviabilizou o investimento. “Só com a troca de servidores gastaríamos cerca de R$ 30 mil, era um custo inviável”, relata Fernanda.

agroverde-01
agroverde-02

Solução

A ideia de migrar o banco de dados e o sistema de gestão para armazenamento em nuvem veio acompanhada de receio e apreensão pelos executivos da Agroverde. Para minimizar a desconfiança, a empresa conversou com parceiros de negócio para definir qual fornecedora apresentava mais segurança e credibilidade. “Ficamos entre duas opções, mas os valores da Sky.One eram mais adequados”, conta Fernanda, que classifica a parceria com a Amazon como outro grande indicativo de confiabilidade.

A implementação da nova tecnologia durou cerca de 45 dias e, segundo Fernanda, foi acompanhada de perto pelo suporte da Sky.One. “Tínhamos falhas em máquinas e defasagem de estrutura, mas a equipe da Sky.One passou o que deveria ser corrigido antes da migração e foi bastante prestativa”, conta a supervisora. A tecnologia em cloud passou a ser utilizada por 40 funcionários, que se adaptaram à nova forma de acesso em menos de uma semana, sem necessidade de treinamento.

Resultados

Com seu sistema e banco de dados nas nuvens, a Agroverde não depende mais da qualidade da internet em sua matriz para acessar as informações mais importantes da empresa. “Para nós melhorou muito, é uma tecnologia que indico a meus amigos e parceiros”, conta Fernanda, que já considera o cloud uma tendência de mercado.

É possível fazer isso de qualquer lugar e a qualquer momento, com respaldo da segurança do backup automático, servidores estáveis e confiáveis. A velocidade de acesso também melhorou, deixando no passado as dores de cabeça com lentidão e travamentos. Além disso, o melhor custo-benefício possibilitou à empresa dispensar toda sua estrutura de servidores.

“Para nós melhorou muito, é uma tecnologia que indico a meus amigos e parceiros, conta Fernanda, que já considera o cloud uma tendência de mercado.”

Fernanda