Uma das principais características relacionadas à computação em nuvem é a redução de custos oferecida para as empresas que decidem adotar essa poderosa tecnologia.

Mas para que essa redução de custo seja realmente efetiva, será preciso alguns cuidados importantes, afinal, como você sabe, a AWS dispõe de uma série de recursos e funcionalidades essenciais para serem utilizadas em uma solução empresarial hospedada na nuvem.

Para ter certeza que a vantagem na redução de custos seja uma realidade, vejamos 3 dicas essenciais para alcançar esse objetivo.

Gerenciamento de custos com a nuvem

Essa primeira nem vai entrar na conta das dicas porque ela é considerada básica e deve ser a primeira coisa a ser feita quando se toma a decisão de realizar a migração para a nuvem: o planejamento.

Para qualquer projeto dar certo, o planejamento é peça chave e não pode ser deixado de lado. As dicas apresentadas no artigo levam em consideração que essa etapa já foi realizada e a migração, concluída.

Dito isso, vamos prosseguir com as dicas.

Dica 1: Use o dimensionamento automático de recursos

Um dos principais recursos oferecidos pela AWS é tornar a nuvem um ambiente dinâmico, sendo possível dimensionar para cima e para baixo a estrutura utilizada para atender à demanda. Essa dimensionamento requer um gerenciamento a ser executado de forma automática.

Mas, ainda assim, é importante que os administradores da nuvem identifiquem e reduzam os recursos da nuvem que não estão sendo utilizados para, dessa forma, reduzir custos. Deixar simplesmente o uso automático não será suficiente para que isto ocorra. Será preciso, com base no planejamento e na arquitetura da solução, saber exatamente o que precisa ser redimensionado em um momento de alta demanda.

Vale destacar, por exemplo, que alguns serviços utilizados em soluções de software não necessitam de um escalonamento de recursos de hardware para atender altas demandas, basta uma configuração realizada através de parâmetros para se ter uma gestão eficiente de recursos.

Dica 2: Pratique o gerenciamento de recursos para evitar uso excessivo e desnecessário

Existe uma coisa na computação na nuvem que é sensacional: a quantidade de recursos oferecidos. Temos à disposição funcionalidades que atendem a diferente tipos de demanda, alta disponibilidade, segurança, balanceamento de carga, etc. A expansão da nuvem, por exemplo, pode aumentar os custos devido ao aprovisionamento excessivo dos recursos, à falta de coordenação e, em alguns casos, gerar o uso ineficaz das ferramentas disponíveis. Ao lidar com as funcionalidades da nuvem, as equipes de TI devem estabelecer diretrizes para reduzir o desperdício.

Desenvolva uma política de gerenciamento de recursos que garanta o uso eficaz pela sua empresa, utilize uma pessoa ou equipe responsável para monitorar as políticas e processos da nuvem e garantir que elas sejam bem aplicadas.

Dica 3: Controle os custos de armazenamento

Outro importante recurso fornecido pela computação em nuvem é a grande quantidade de armazenamento. As empresas se beneficiam desta importante funcionalidade, mas precisam ter a consciência sobre o aumento dos custos que podem ocorrer rapidamente. Avalie as necessidades de armazenamento e utilize apenas para os serviços adicionais, como por exemplo, o espaço necessário para a recuperação de desastres.

Ao armazenar dados na nuvem, é importante avaliar a duplicação de dados, identificar dados desatualizados ou não utilizados para, assim, liberar recursos.

Aperfeiçoar o uso de recursos é um trabalho contínuo e que deve ser realizado constantemente. A busca por boas práticas através das experiências de mercado e com profissionais especializados é essencial para garantir a redução de custos que a computação em nuvem oferece.

A Sky.One, através de sua experiência e seus profissionais certificados pela AWS, pode ajudar sua empresa a reduzir ainda mais os custos de uso ligados à nuvem. Entre contato agora mesmo. E continue acompanhando nossas dicas em nosso blog.