A computação em nuvem está mudando a forma como a indústria de transporte faz negócios. Com o suporte oferecido por essa tecnologia, as empresas encontraram uma nova maneira de distribuir seus produtos, informações e serviços empresariais sob demanda, com mais flexibilidade nos serviços ligados a TI e  adaptados aos perfis dos colaboradores de cada organização.

A exemplo da Amazon, a estrutura de nuvem existente foi projetada para operações críticas, de acordo com diferentes tipos de nível de serviços e prontas para operações em tempo real. Além disso possui forte integração e compatibilidade com variadas soluções e serviços de tecnologia existentes atualmente, garantindo desta forma uma maior facilidade para migração e atendendo aos padrões da indústria de transporte.

Transformação da estrutura de TI no setor de transportes

Os departamentos de TI das empresas de transporte estão lidando com demandas comerciais rigorosas, restrições orçamentárias, requisitos de segurança, obsolescência tecnológica e novas formas de trabalhar. A virtualização da infraestrutura tecnológica é um exemplo eficiente de como enfrentar esses desafios e tornar-se mais ágil em um mercado de ampla concorrência.

Para ter sucesso em um plano de migração para a nuvem é preciso analisar detalhadamente suas necessidades estratégicas, processos de negócios e ambiente de TI. Por isso, quatro importantes etapas são definidas para orientar as empresas de transporte na sua jornada para a nuvem. A estratégia envolve avaliação, design, implementação e suporte operacional.

1. Avaliação do negócio

O propósito da fase de avaliação é identificar seus objetivos de negócio e desafios que fazem parte das operações, determinando que tipo de solução a nuvem deve atender. Dentro desta fase existem alguns pontos que são considerados como critério de sucesso para seguir adiante nas demais etapas.

  • Identificar estilo de trabalho e dispositivos utilizados pelos colaboradores
  • Observar a atual experiência do usuário
  • Determinar critérios de segurança, agilidade no negócio e níveis de serviço que precisam ser atendidos
  • Destacar o ciclo de vida de gestão do negócio
  • Levantar os custos atuais em tecnologia

Ainda nesta fase, é preciso realizar um estudo detalhado das soluções e infraestrutura considerados críticos ao negócio e suas dependências.

2. Design da nuvem

A definição da arquitetura de nuvem em uma empresa de transporte pode integrar uma combinação de serviços, incluindo infraestrutura e software, juntamente com outros serviços adicionais para atender os requisitos. Para esta fase definimos como critério de sucesso.

  • Desenho técnico da solução atendendo a infraestrutura e requisitos de segurança
  • Desenho operacional abordando a integração da nuvem com as operações da empresa
  • Plano de adaptação e migração, abordando as fases a serem vencidas no processo de migração

3. Implementação e transição

Uma vez a fase de design revisada e aprovada, chega a hora de iniciar a migração para a nuvem, nesta etapa destaca-se:

  • Fase piloto, com testes e revisões do plano de transição
  • Conclusão da infraestrutura
  • Migração e validação

4. Suporte operacional

Após implantação, temos a fase final deste processo com o suporte ao usuário e a gestão das operações. Nesta etapa é importante destacar:

  • Experiência do usuário e performance
  • Otimização e adequação da estrutura
  • Padrões de conformidade e melhores práticas

A Sky.One pode ajudar sua empresa na migração para a nuvem. Entre em contato agora mesmo com o nosso time especializado.