Estamos evoluindo rapidamente em relação a tecnologia, para as empresas que já migraram para a nuvem e as que ainda vão migrar, é preciso se adaptar a uma nova realidade com ênfase na inovação e surgimento de novas tecnologias.

De fato, a arquitetura da nuvem se tornou a plataforma na qual as empresas estão buscando a transformação digital e modernizando sua infraestrutura de TI. As organizações estão encontrando com a nuvem, a tecnologia necessária para inserir seus negócios na era digital, obtendo a redução de custos que precisa para evoluir seus processos produtivos.

Investir em iniciativas digitais é o caminho para todas as empresas

As empresas possuem diferentes razões para investir em iniciativas digitais aos seus negócios. Além de ser estratégico, se tornou fundamental para sua continuidade no mercado.

  • A alta conectividade com a evolução da Internet;
  • A rápida interatividade com o uso dos dispositivos móveis;
  • Mudança de comportamento social e do perfil de compras dos consumidores;
  • A integração das redes sociais como ferramenta de comunicação e troca de opiniões;
  • O acesso rápido do consumidor à novas tecnologias através de produtos e serviços.

Por isso o objetivo do artigo é apontar tendências ligadas a arquitetura da nuvem, infraestrutura e gestão que vão garantir a estratégia de crescimento e evolução tecnológica das organizações para os próximos anos.

>> Saiba mais: O que a NetFlix tem a ensinar sobre migrar para nuvem.

1. O crescimento da multi-cloud dentro da arquitetura da nuvem

Relacionando a preocupação com aspectos ligados a continuidade dos negócios, o balanceamento de carga de acordo com diferentes mercados entre outras questões estratégicas. A tendência nos próximos anos é o crescimento da integração da nuvem da Amazon com outros fornecedores, levando em conta uma análise de riscos e a portabilidade de aplicativos.

2. A preocupação com a recuperação de desastres

A exemplo da Amazon, a arquitetura da nuvem atualmente já apresenta um suporte avançado voltado para a recuperação de desastres e portanto, como tendência futura teremos, por parte das organizações, a prioridade em incluir em seus processos e ações, o tratamento a desastres naturais ou ações externas, a exemplo do terrorismo e ataques cibernéticos.

3. O investimento em segurança da nuvem

Nos últimos anos, a proteção de dados com uso da criptografia, a detecção de ameaças e o controle de acesso  deixou de ser um desafio para as empresas, a medida que a segurança da informação se tornou uma prioridade na nuvem. Serviços, antes considerados adicionais, passaram a fazer parte da arquitetura da nuvem das empresas. E essa tendência segue aumentando nos próximos anos.

>> Saiba mais: A proteção de dados é prioridade com uso da Inteligência Artificial

4. A contenção de custos na nuvem

As empresas chegaram a maturidade quanto ao uso de recursos da nuvem, além do planejamento e definição de uma arquitetura de acordo com as necessidades reais da infraestrutura de TI. Os próximos anos apontam a preocupação com os custos da nuvem, sempre olhando para o futuro digital das organizações.

>> Saiba mais: Cloud Computing como plano de investimento para a indústria

5. A adoção de Contêineres

A adoção de contêineres, que permite aos desenvolvedores gerenciar e migrar facilmente códigos de software, terá seu crescimento acentuado à medida que os testes e provas de conceitos deram lugar à produção. As empresas descobriram a necessidade de coordenar a implantação de contêineres para os próximos anos.

E finalizando a lista temos ainda os métodos ágeis e o investimento em DevOps, buscando o aumento de produtividade, de forma a agilizar a inclusão de novos produtos e serviços de acordo com os últimos avanços tecnológicos e tendências de mercado.

Sua empresa está se preparando para o futuro? Continue nos acompanhando em nosso blog e nas redes sociais.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.