Para alguns setores, a Internet das Coisas (IoT) já não é uma grande novidade, principalmente na indústria, onde a automação da cadeia produtiva está bem consolidada e evoluída. Entretanto, a revolução do IoT está na chegada desta tecnologia para as pessoas, abrindo grandes possibilidades para novos produtos, inovações e negócios.

Para as empresas, as possibilidades são ainda maiores: além de um mercado consumidor totalmente aberto e pouco explorado, a Internet das Coisas permite ainda inovações que podem beneficiar todo o processo produtivo e produzir ganhos estratégicos.

Cada vez mais conectados

Estamos cada vez mais conectados e não estamos falando somente da redes sociais. Observe, por exemplo, a quantidade de equipamentos que estão conectados ao Wi-Fi de sua casa: além dos dispositivos móveis, temos TVs, consoles de vídeo game, câmeras de segurança, etc. Isto serve como evidência de que estamos passando por uma grande mudança na forma com que usamos a tecnologia.

Com a Internet das Coisas estamos expandindo essa capacidade de conexão. Não importa se é uma lavadora e secadora, uma geladeira ou um carro, a cada dia teremos novos objetos se comunicando e fazendo a integração entre IoT e a computação em nuvem. É preciso ter em mente que este não é um desenvolvimento futuro; ele está acontecendo agora e as empresas precisam fazer parte desta revolução.

Promessas de inovação com a Internet das Coisas

1. O surgimento de novos modelos de negócios

Teremos uma grande mudança em relação aos modelos de negócios. Semelhante às transformações feitas pela Internet, a Internet das Coisas vai promover inovação nos modelos de negócios, com novas abordagens e soluções de mercado.

A adoção da IoT irá muito além do modelo tradicional de propagar inovações de tecnologia das empresas para os consumidores. Mesmo já surgindo novos produtos voltados para o mercado consumidor, como wearables e casas conectadas, o mercado aplicado à IoT terá grande força também entre as empresas.

2. Será muito mais que conectar coisas

Juntas, a Internet das Coisas e a cloud computing oferecem a chave para muita inovação, tecnologia e novos produtos. Sem dúvida, vamos ter pela frente muitas novidade voltadas para o mercado consumidor e para as empresas, mas a grande revolução deste novo mercado será a análise de uma grande quantidade de dados gerados a partir da conectividade entre pessoas e coisas. Esses dados serão transformados em informações estratégicas para novos negócios e produtos.

3. A cidade cada vez mais inteligente

O conceito de cidades inteligentes está ligado a uma transformação urbana integrada à tecnologia, gestão e ao planejamento urbano e ações sociais a médio e longo prazo. Nesse contexto, a Internet das Coisas terá participação ativa. Entretanto, veremos em pouco tempo muito mais recursos inteligentes promovendo a mobilidade urbana, inovação na administração pública e em outras áreas, já como os primeiros resultados da IoT.

4. O impacto será em todas as áreas

A transformação que a Internet das Coisas está promovendo atinge diferentes setores, incluindo negócios, governo e consumidores. A quantidade de dispositivos que passam a se conectar e o volume de investimentos que serão feitos torna esta tecnologia um grande marco na história; muitos, inclusive, já consideram que está em curso uma nova revolução industrial. É possível imaginar a quantidade de novos negócios que serão gerados em áreas como indústria, transporte, saúde, defesa, agricultura e diversos outros.

5. A Internet das Coisas deixará de existir

Sim, ela deixará de existir. Mas não por se tornar obsoleta ou devido ao surgimento de novas tecnologias e sim pelo fato de que este conceito será incorporado no cotidiano das pessoas e empresas da mesma forma que ocorreu com a Internet. Quem consegue sobreviver sem uma conexão de dados atualmente?

A Internet das Coisas e a cloud computing estão diretamente conectadas e por isso a Sky.One, como parceira da Amazon Web Services, está sempre desenvolvendo pesquisas, ferramentas e inovação. Entre em contato com os nossos especialistas e comece agora mesmo a desenvolver seus projetos de inovação e novos negócios.