Falar em segurança da informação é sempre uma orientação necessária para as empresas, independentemente de estarem na nuvem ou não. As empresas que adotaram ou pensam em adotar a tecnologia de cloud computing sabem que garantir a integridade dos dados e a continuidade das operações é prioridade para quem fornece computação em nuvem, como é o caso da AWS.

Você já deve ter visto aqui mesmo em nossos artigos que segurança é um fator determinante para as empresas decidirem pela adoção da computação em nuvem, e deve saber que ela é o ponto fraco para todo mundo, seja fornecedor ou cliente de cloud computing.

Segurança comum a todos

Também é importante destacar que segurança na nuvem é uma responsabilidade compartilhada: se os fornecedores precisam tê-la como prioridade em seus serviços, os clientes também precisam torná-la peça fundamental ao adotar a computação em nuvem como estratégia tecnológica.

Além disso, aplicar as melhores práticas do mercado é sempre o melhor caminho em todas as áreas de atuação, e para a segurança da nuvem não seria diferente. Mais uma vez fornecedores e clientes precisam fazer sua parte.

1. Busque certificações e normas de conformidade até quando não precisar

Se seu ramo de atuação já obriga sua empresa a ter certificações e atender a normas de conformidade em suas aplicações, ótimo! Caso contrário você pode buscá-las para demonstrar ao cliente ou para sua organização sua prioridade com segurança, ou também utilizá-las como referências para desenvolver políticas e processos relacionados à segurança da informação. Todos sabem da necessidade de manter um ambiente seguro, porém algumas empresas não possuem experiência suficiente para ter um ponto de partida. As certificações e as normas podem dar esse norte para você.

2. Não basta atender aos requisitos de segurança; é preciso testá-los

Sempre e sempre! Inclua em seus processos e no planejamento anual da empresa os momentos em que sua estrutura de segurança vai passar por validações, verificando as políticas e procedimentos e testando no ambiente de produção cenários críticos relacionados a incidentes de segurança. Não é uma coisa fácil de fazer, mas é extremamente necessário. De preferência utilize profissionais independentes para os testes.

3. Incentive a capacitação e atualização dos profissionais de segurança da informação

E vá além, faça treinamento e reciclagem com todos os profissionais da empresa, principalmente os que têm relação direta com áreas críticas ou de maior impacto no fluxo operacional e financeiro. Segurança da informação abrange todos os setores da empresa, do setor de limpeza ao alto escalão, sem distinção.

4. Conscientização como instrumento de fé

Pode parecer exagero falar em fé nesse aspecto, mas repetir e cobrar por políticas e procedimentos de segurança pode se tornar algo chato para os funcionários. Mas a conscientização dos impactos e benefícios em se aplicar segurança da informação vai ajudar em sua própria aplicação. Portanto, busque educar os colaboradores da empresa da melhor forma possível, assim eles vão entender que emprestar usuário e senha para o companheiro ou utilizar senhas fáceis anotando em um post it no monitor não são exemplos de práticas seguras; muito pelo contrário, podem ter um grande impacto negativo para a empresa.

5. Incentive e valorize a segurança da informação

Reconheça os funcionários que adotam as práticas de segurança. Estimule todos os demais para que, além de seguirem as práticas recomendadas, também indiquem possíveis pontos de falha e melhoria dentro do processo. São ações em conjunto e conscientes que fazem uma política de segurança ser aplicada com sucesso.

6. Melhoria contínua, sempre

Não é porque está dando certo que não exista algo que possa ser melhorado. Vá além dos relatórios e gráficos, converse com os colaboradores e busque sempre profissionais especializados. Todos os dias temos novas brechas de segurança ou novas formas de realizar ataques. A busca por melhoria contínua deve ser uma prática recorrente para quem tem segurança na nuvem como prioridade.

Você deve ter notado que passamos por seis dicas sobre segurança aplicada à nuvem sem entrar em aspectos tão técnicos; basicamente, abordamos temas sobre comportamentos e processos. A ideia foi mostrar que o sucesso da migração para a computação em nuvem vai além de termos técnicos, ferramentas e processos. O aspecto humano também é fundamental na estratégia de aplicar uma tecnologia como o cloud computing.

Conheça mais sobre a Sky.One, somos especialistas em projetos e soluções de migração para a nuvem com uso da AWS. Nos acompanhe através do nosso blog e nas redes sociais. Nossa equipe está à disposição para tirar dúvidas e orientar em seu projeto de migração para nuvem. Entre em contato.[:]

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.