No mercado competitivo e globalizado da atualidade, o que uma empresa de pequeno porte e uma de grande tem em comum? A resposta é bem simples: ambas estão utilizando a nuvem. Diferentemente do que muitos pensam, a cloud computing não é uma ‘moda’ disseminada apenas no departamento de TI de pequenos negócios. Na realidade, o potencial dessa tecnologia tem captado a atenção de muitos líderes de grandes companhias.

Um exemplo é a Netflix, que já utiliza a nuvem da AWS (Amazon Web Services) há 7 anos. Ao migrar todas as suas operações de TI para a plataforma de computação em nuvem, ela conseguiu aumentar a disponibilidade de seus serviços e expandir seus negócios para 130 novos países. Neste post, listamos 6 razões para as empresas de grande porte migrarem suas operações para a nuvem, até mesmo aquelas de missão crítica. Veja-as:

6 razões para as grandes empresas migrarem para a nuvem

1. Economia financeira

Não é porque uma empresa é grande que ela não precise reduzir custos, não é verdade? Para economizar recursos financeiros, ela pode contar com a computação em nuvem, que elimina a necessidade de seus gestores terem que investir em servidores ou computadores superpotentes. A companhia também não precisa contratar serviços de suporte ou atualização de softwares, já que eles são oferecidos pelo próprio fornecedor da tecnologia.

2. Maior flexibilidade e elasticidade

Se o gestor de uma grande companhia ainda não estiver pronto para levar seu negócio completamente para a nuvem, então ele pode migrar apenas metade de suas operações. Essa flexibilidade proporcionada pela cloud computing também permite que empresas desse porte adotem determinados serviços e ainda mantenham sua infraestrutura local – nuvem híbrida, podendo assim se beneficiar de ambas as modalidades.

A computação em nuvem, por ser elástica, se adapta às necessidades sazonais do negócio. A Netflix, por exemplo, vem se beneficiando dessa elasticidade desde 2008, época em que o número de usuários do seu serviço de streaming de vídeos cresceu oito vezes. Para Yury Izrailevsky, vice-presidente de nuvem da companhia, “apoiar um crescimento tão rápido teria sido extremamente difícil a partir de nossos próprios centros de dados”

3. Otimização da equipe de TI

Com a contratação de um serviço de nuvem, as grandes empresas também podem fazer com que sua equipe de TI foque no desenvolvimento de soluções e estratégias que realmente tragam valor para o negócio. Isso porque, com a adoção da tecnologia, a equipe não precisará mais gastar tempo e esforços na solução de questões relacionadas, por exemplo, à atualização dos hardwares e softwares e ao armazenamento de dados.

4. Agilidade na recuperação de dados e informações

Assim com as empresas de pequeno e médio porte, as grandes companhias também estão sujeitas a situações que podem fazê-las perder parte de seus dados e informações, como uma queda de energia ou um problema em algum dispositivo. Esses dados podem ser recuperados de maneira muito rápida através da nuvem, uma vez que os fornecedores dessa tecnologia estão sempre prontos para cuidar desse tipo de situação com mais agilidade.

5. Tomadas de decisão muito mais rápidas

Ao facilitar a colaboração entre as equipes de grandes empresas, a nuvem permite que todos os colaboradores e gestores envolvidos nas atividades e processos se mantenham sempre informados, o que possibilita tomadas de decisões muito mais rápidas. Com ferramentas de análise hospedadas da nuvem, os líderes também podem obter insights em tempo real e tomar decisões mais assertivas que contribuam para o sucesso do negócio.

6. Ganho de vantagens competitivas por meio da sustentabilidade

Sem um parque tecnológico – ou pelo menos com parte dele, no caso da nuvem híbrida, a empresa pode reduzir custos com energia elétrica e refrigeração e minimizar a quantidade de gás carbônico lançada para a atmosfera. E como as informações ficam disponíveis virtualmente, ela também consegue reduzir a quantidade de documentos impressos. Assim, a empresa se torna mais sustentável e ganha vantagens competitivas no mercado.

Viu só quantas razões os gestores de grandes empresas têm para migrarem suas operações para a cloud? Caso tenha ficado com alguma dúvida sobre este assunto ou queira nos contar suas experiências com a computação em nuvem, aproveite o campo de comentários!