Durante muito tempo as certificações em TI foram motivo de grandes debates sobre a sua importância e sua eficácia. Uma discussão sem fim: vale a pena ou não? Alguns acusavam as empresas certificadoras de caça-níqueis, e alegavam que um selo não era a certeza de ter um bom profissional, que valia muito mais a experiência, etc.

Algumas vezes até compensava o debate, mas no restante do tempo era perda de tempo e energia. As certificações são importantes para iniciantes e também aos experientes, e com o crescimento da cloud computing, essa importância está valendo mais do nunca.

Certificações necessárias para profissionais em todos os contextos

As certificações são importantes nos dois contextos do debate, é possível que ainda ocorra, mas em uma intensidade muito menor.

  • Certificações para iniciantes

Entendo que para quem está começando em tecnologia, existe uma enxurrada de informações técnicas a serem absorvidas e saber por onde começar pode ser bem confuso. As universidades facilitam um pouco o caminho, mas tratando-se de TI, existe uma demanda de profissionais tão grande que não dá para esperar a conclusão desta jornada universitária  para ingressar no mercado de trabalho. A certificação pode ser um norte.

A certificação oferece um embasamento teórico, com ênfase nas necessidades do mercado, em um curto espaço de tempo. Também alinha a teoria com a prática e permite que os novos profissionais possam se lançar ao mercado na busca de seu estágio ou primeiro emprego, isso ainda cursando as primeiras cadeiras da faculdade.

  • Certificações para os mais experientes

É uma verdade que para quem já está no mercado de trabalho, com uma boa bagagem e bons calos nas mãos, a certificação não é uma prioridade, pois os anos de estrada já o certificam como um profundo conhecedor da tecnologia e com bastante experiência.

Porém, para os que buscam alcançar maiores cargos, tanto na liderança técnica como gerencial, a certificação pode ser um diferencial. O selo certificador pode garantir que a teoria e prática estejam muito bem casadas, o que pode gerar bons frutos em cargos de maior responsabilidade.

Vale destacar que em um mercado competitivo, mesmo que exista alta demanda de profissionais como ocorre em TI, a estratégia de buscar diferenciais continua valendo e as certificações podem ser peça chave, por exemplo, em critérios de desempate entre concorrentes de uma mesma vaga. Vale a dica.

E quais certificações buscar no mercado?

Voltando a falar do passado, pensar em cloud computing era sinônimo de infraestrutura, então as certificações estavam ligadas diretamente à rede de computadores e administração de sistemas.

Mas o avanço da computação em nuvem e a adoção e migração por parte das empresas de soluções que surgem a cada ano, já incorporando a tecnologia de cloud computing em suas estratégias, tem exigido um profundo conhecimento em diversas áreas.

Ainda sobre infraestrutura, a AWS, por exemplo, tem oferecido cada vez mais recursos em seus serviços de nuvem e utilizado diversas tecnologias, indo além de servidores e conectividade em rede, buscando profissionais de banco de dados, segurança, backup e recuperação e muitas outras capacidades técnicas.

Quanto ao desenvolvimento de software, que também foi incorporado fortemente às demandas da computação em nuvem, cada vez mais profissionais precisam se especializar em suas linguagens de programação, uso de API’s, integração com banco de dados, aplicativos mobile, BI, IoT, e diversas outras, agora com destaque em cloud.

Não podemos esquecer a parte gerencial e governança, que também dispõe de certificações específicas, contribuindo cada vez mais para o sucesso dos projetos, atendendo ás expectativas dos clientes e fornecedores de soluções.

Um exemplo na prática

Aqui na Sky.One, por exemplo, nossos profissionais têm bastante experiência, temos diversos cases de sucesso e certificações com os principais fornecedores do mercado. Sabemos muito bem o quanto é importante conciliar a teoria com a prática. Obter um selo certificador atesta cada vez mais o conhecimento da Sky.One e chancela vários anos de prática. Os clientes passam a ter muito mais confiança nos serviços prestados por nós ao saber que empresas como a Amazon  atestam a qualidade dos nossos colaboradores; é a certeza de projetos de sucesso.

Se seu objetivo é se tornar um especialista em cloud computing, sem dúvida, a capacitação é o primeiro passo. Busque as certificações de referência e coloque toda a teoria em prática; você só tem a ganhar. Outra dica valiosa é continuar acompanhando nosso blog, com várias dicas e experiências na computação em nuvem. 

photo credit: PNASH check via photopin (license)

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.