A utilidade da cloud computing para órgãos governamentais já é uma realidade em diferentes partes do mundo. Aplicada a diferentes áreas do setor público,  a computação em nuvem tem permitido grandes avanços para as diversas organizações que buscam inovação, tecnologia e, principalmente, alta qualidade em seus serviços.

Órgãos de justiça, saúde, transporte e diversos outros, em países como Estados Unidos, Cingapura, Canadá e Reino Unido, são alguns exemplos de como a cloud computing tem beneficiado e impulsionado diferentes governos ao redor do mundo.

Cloud Computing para órgãos governamentais

Dentro dos objetivos a serem alcançados pelos governos ao adotar a computação na nuvem destacam-se a modernização da infraestrutura de TI e o desenvolvimento de uma arquitetura de soluções, serviços e informações que possam ser compartilhadas entre os diferentes órgãos que fazem parte da administração pública.

A realidade é que muitas das instituições e agências governamentais possuem seus próprios centro de dados de forma independente, gerando uma infraestrutura tecnológica e de serviços redundante para um mesmo governo.

O compartilhamento de informações também é considerado fator chave para melhorar o desempenho do governo no atendimento das necessidades da população e com o uso da cloud computing é possível distribuir informações atualizadas a diferentes órgãos do governo no âmbito federal, estadual e municipal, reduzindo, por exemplo, o tempo gasto por cada cidadão na solicitação de serviços ou benefícios.

Outra facilidade que a computação em nuvem possibilita é a oferta de diversos serviços na web através dos diversos portais do governo. Isso facilita o atendimento, reduz o número de filas e potencializa os serviços oferecidos.

Redução de custos como meta

Outra meta importante no uso da computação em nuvem é a redução de custos. Ao aperfeiçoar a estrutura de tecnologia e serviços, é possível diminuir gastos como energia, otimizar mão de obra especializada e os investimentos na gestão do parque computacional utilizado.

Este aperfeiçoamento da estrutura de TI e serviços torna ainda mais forte a democracia, uma vez que tecnologia de ponta passa a ser compartilhada com toda a população através das esferas federal, regional e municipal. Além disso, não há diferenças ou benefícios entre cidades e municípios devido a diferentes partidos ou ideologias.

Segurança em primeiro lugar ao adotar a computação em nuvem

Requisitos como segurança e conformidade com os padrões são itens prioritários e rigorosos antes de qualquer órgão governamental adotar alguma iniciativa de migração para a nuvem. É preciso uma clara estratégia de transição e definição de critérios para se determinar quais serviços e informações serão transportados para a nuvem.

Embora a segurança da informação permaneça como uma das principais preocupações do governo, os novos métodos de implantação de computação em nuvem e as diversas histórias de sucesso aliviaram muitos dos temores relacionadas à segurança na nuvem.

A adoção da computação em nuvem por governos pelo mundo deve acelerar nos próximos anos, entretanto, essa migração varia de acordo com cada setor governamental. Será necessário criar uma estratégia diferente com base em requisitos e necessidades de cada organização e setor no qual ocorre a prestação do serviço.

Sky.One é parceira estratégica da AWS, foi eleita como a empresa mais inovadora da América Latina pela própria Amazon, possui uma equipe de experts pronta para auxiliar na análise e diagnóstico da sua infraestrutura, criando um plano de migração completo, de acordo com suas necessidades e orçamento.

Entre em contato conosco agora mesmo, conheça nossos cases de sucesso. Comece hoje mesmo seu projeto de migração para a nuvem. E continue nos acompanhando em nosso blog com outras dicas importantes sobre cloud computing.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.