Crescer e se expandir de maneira contínua e ordenada é, certamente, uma das principais metas da maioria das empresas, principalmente das PMEs (Pequenas e Médias Empresas). Mas por terem uma capacidade de atendimento da demanda menor do que a das grandes companhias, elas precisam contar com soluções tecnológicas que as permitam alavancar sua produtividade sem aumentar drasticamente as despesas.

É por isso que, em um estudo realizado pela The Economist, 69% das PMEs brasileiras entrevistadas consideraram o uso de tecnologias uma prioridade. Das empresas que participaram da pesquisa, 71% apontaram que a desatualização de sistemas internos de TI é uma barreira para o seu crescimento. No post de hoje, descubra de que maneiras a cloud computing pode ajudar as PMEs a crescerem e se destacarem no mercado. Veja:

4 maneiras da nuvem alavancar os negócios de uma PME

1. Aumentando a produtividade da força de trabalho

A computação em nuvem proporciona uma ótima experiência para todos os colaboradores da empresa, independentemente do nível de conhecimento tecnológico de cada um. No departamento de TI, ela permite que os profissionais desenvolvam e implementem aplicações de negócios de forma simples e rápida e possibilita que eles não percam grande parte de seu tempo solucionando problemas nos hardwares e softwares.

Já para os funcionários de outros departamentos, como marketing e vendas, a cloud computing elimina as tarefas manuais e obsoletas e permite que eles realizem suas atividades com muito mais velocidade, graças aos aplicativos empresariais móveis, que podem ser acessados a partir de tablets e smartphones. Tudo isso permite que a produtividade da força de trabalho da empresa seja alavancada e gere mais benefícios para o negócio.

2. Reduzindo custos com infraestrutura de TI

Para crescerem e se destacarem no mercado, as PMEs também precisam poupar recursos financeiros. A cloud computing pode ajudá-las bastante nesta tarefa. Isso porque ela não obriga as empresas a adquirirem uma infraestrutura de TI, nem a arcarem com as suas despesas. Além disso, ela dá às PMEs a chance de contratarem recursos computacionais sob demanda. A nuvem pode evitar gastos com:

  • Hardwares: para montar uma estrutura de TI, a empresa precisa investir em servidores e outros equipamentos potentes que são muito caros;
  • Softwares: para funcionarem, os servidores necessitam de antivírus e outros softwares, que devem ser atualizados frequentemente e requerem o pagamento de licenças;
  • Infraestrutura: os servidores precisam de ares-condicionados e nobreaks funcionando 24 horas por dia, que aumentam drasticamente os gastos com energia elétrica;
  • Equipe de TI: para manter toda a infraestrutura de TI em pleno funcionamento, a empresa precisará contratar muitos profissionais especializados.

3. Proporcionando maior flexibilidade e escalabilidade

Como as pequenas e médias empresas contam com uma verba bastante reduzida, não é muito viável elas investirem em uma infraestrutura de TI para suportar um crescimento planejado. Uma das grandes vantagens da cloud é que ela permite que a empresa contrate o serviço de acordo com a sua demanda e pague apenas pelo que utilizar. E se ela precisar aumentar a capacidade, basta que seus gestores contatem o fornecedor.

4. Assegurando a proteção das informações

Com a nuvem, os dados das PMEs estão seguros caso elas sofram um desastre em sua sede. Além disso, os fornecedores replicam os dados em servidores diferentes. Dessa forma, se o servidor principal tiver um problema, o segundo é automaticamente acionado. Este tipo de medida preventiva é muito importante para empresas que estão em constante crescimento e que não possuem recursos suficientes para investir em vários servidores.

Agora que você já conheceu as diferentes maneiras da cloud alavancar os negócios de uma PME, agora aproveite para conhecer as nossas soluções ou deixar suas dúvidas nos comentários! 

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.