Final de ano chegou, e para o varejo esta época é muito importante e esperada. Oportunidade para equilibrar a balança de vendas, principalmente em tempo de crise. Durante este período além do natal, temos eventos como Black Friday, Cyber Monday e mais alguns dias que seguem essa mesma temática.

Apesar de ser um época de oportunidades para reforçar os negócios, é também uma fase de grande desafio, não só para as equipes de vendas mas, bem como para o pessoal de TI. Para dar conta do recado, será preciso uma infraestrutura que suporte a grande quantidade de acessos ao site, assim como nas vendas off-line.

Período de muita pressão e desafios para o varejo e TI

O setor de varejo nos últimos anos, passou a lidar com cada vez mais pressão. A necessidade de melhorar a experiência do cliente, não só para atrair negócios, mas para se defender da concorrência, e ainda aperfeiçoar a gestão interna da empresa. Tudo isso, para ter um negócio sustentável, dinâmico e pronto para o crescimento. Para conseguir isso é preciso investir em tecnologia.

A computação em nuvem surge como ferramenta essencial para conciliar o aumento das vendas e investimentos em tecnologia. Com as soluções de infraestrutura disponíveis na nuvem é possível crescer e suportar importantes períodos de venda, sem ter que recorrer a grandes aquisições de equipamentos de infraestrutura tecnológica.

Cloud Computing como papel importante para o varejo

Em uma situação comum, sem o uso das soluções de computação em nuvem, as empresas do varejo precisavam adquirir servidores de alto desempenho para que suas lojas online pudessem lidar com o período de grandes promoções e da mesma forma, dar suporte as operações das lojas offline. Com a nuvem essa realidade ficou no passado.

Ao migrar para uma arquitetura de cloud computing, o varejo passa a ter acesso a tecnologia de ponta, em relação a hardware, software, suporte e serviços, e conta também com a flexibilidade de adequar sua estrutura de acordo com o calendário de vendas.

Isso quer dizer, por exemplo, que durante os períodos de baixa demanda, é possível ter uma infraestrutura mínima, suficiente para atender o fluxo reduzido de vendas. Por outro lado, em datas como Black Friday, natal e promoções de início do ano, a equipe de TI tem a flexibilidade de ajustar de forma dinâmica todo seu parque computacional de acordo com a real necessidade.

Tecnologia de ponta com baixo investimento

E a grande vantagem neste modelo é que o investimento em tecnologia ocorre de acordo com o uso e não na aquisição de servidores com processadores de alta potência, grande quantidade de memória, etc. Tudo com bastante segurança e garantindo a alta disponibilidade, indispensável para essa época do ano.

Grandes empresas do setor de varejo, já adotam a computação em nuvem como ferramenta estratégica, mas a notícia boa, é que essa tecnologia também está disponível para negócios de pequeno e médio porte. Uma grande oportunidade para o crescimento.

Saiba mais como a computação em nuvem pode contribuir para o crescimento do varejo. Inscreva-se em nosso blog e você pode ainda, entrar em contato com nossa equipe técnica e iniciar seu projeto de migração para a nuvem.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.