Há algum tempo, uma das maiores dúvidas dos gestores de pequenas e grandes empresas era: o que é cloud computing? Estamos em 2015 e muita coisa mudou. Os antigos questionamentos de “vou ou não vou para a cloud” passaram para “quando e em que ritmo vai adotá-la”. O sucesso dessa tecnologia é tanta que, hoje, sua adoção não é vista mais como uma simples iniciativa de melhoria de infraestrutura, mas como uma estratégia de reposicionamento de qualquer empresa no mercado.

Por isso, grande parte das maiores empresas da indústria de tecnologia da informação e serviços online, como Cisco, IBM, Intel e Ebay, uniram forças para criar o grupo Cloud Native Computing Foundation, que tem por objetivo buscar uma forma que ajude a padronizar aplicações que rodam na nuvem. O trabalho não apenas melhorará a experiência do desenvolvedor, mas também promoverá redução de custos e aumento na agilidade geral de aplicações. A seguir, conheça os objetivos da fundação, bem como os benefícios que ela gerará:

Os propósitos da Cloud Native Computing Foundation

Hoje, o desenvolvimento de aplicativos em nuvem nativa, isto é, aplicações ou serviços baseados em contêineres, programados de maneira dinâmica e orientados para a arquitetura de micro serviços, permitem que as empresas escalem seus negócios de maneira rápida. Contudo, este trabalho é muito intensivo, e exige que elas montem uma equipe de especialistas para integrar tecnologias e manter todas elas em pleno funcionamento. O grupo pretende facilitar este processo tanto para os operadores quanto para as empresas, por meio do alinhamento entre tecnologias e plataformas.

De acordo com Jim Zemlin, diretor executivo da Fundação Linux, “a Cloud Native Computing Foundation vai ajudar a facilitar a colaboração entre os desenvolvedores e operadores em tecnologias comuns para a implantação de aplicativos e serviços em nuvens nativas. Ao reunir os melhores talentos e uma comunidade de código aberto em um fórum neutro e colaborativo, a Cloud Native Computing Foundation tem como objetivo avançar o estado da arte do desenvolvimento de aplicações em escala na Internet”.

A fundação inclui grandes nomes da indústria de tecnologia, como Cisco, Cloud Foundry Foundation, AT&T, Box, IBM, Intel, Joyent, Goldman Sachs, Google, Huawei, CoreOS, Cycle Computing, Docker, eBay, Huawei, Mesosphere, Intel, Joyent, Kismatic, Red Hat, Switch SUPERNAP, VMware and Weaveworks, Univa e Twitter. Para Dave Ward, CTO e arquiteto-chefe da Cisco, “os esforços destinados a simplificar e melhorar a experiência do desenvolvedor global, como a Fundação Nuvem Native Computing, é um grande passo em frente”.

“Estamos animados para ser uma parte desta iniciativa, que provê novas tecnologias e inovação para desenvolvedores”, completa. Um dos primeiros pacotes de software que estão sendo gerenciados pela fundação é o Kubernetes, um sistema desenhado pelo Google para a gestão de um grande número de contêineres virtuais. O Kubernetes mostra que o futuro do aplicativo corporativo não é baseado em um código privado, mas sim em aplicativos nascidos na cloud e impulsionados pela inovação aberta.

Os benefícios para empresas e desenvolvedores

A Cloud Native Computing Foundation planeja criar e conduzir a adoção de um novo conjunto de tecnologias de contêineres, que é inspirado pela computação em escala da Internet e acionado pela comunidade técnicas e pelo usuário final. Este trabalho abre caminho para a reutilização de um código mais rápido, proporcionando maior eficiência à máquina, redução de custos e aumento na agilidade geral das aplicações. Outro benefício é a geração de uma “zona neutra” para o gerenciamento de software, em que, através da adição de um grupo que ajude no gerenciamento dos códigos, as empresas passam a contar com a segurança necessária para desenvolver pacotes de software que não sejam controlados por apenas um fornecedor.

Como você acha que este novo grupo ajudará a conduzir o alinhamento entre tecnologias e plataformas da nuvem? Que outros benefícios ele trará para as empresas e desenvolvedores? Deixe suas opiniões, ideias e questionamentos nos comentários!

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.