Os containers AWS podem fazer com que suas aplicações atinjam alta performance, de forma automática e escalável. Mas você sabe como e quando usá-las? Fique tranquilo! Contaremos tudo para você!

Os containers AWS ajudam a executar sua arquitetura de maneira eficiente, automatizada e escalável. Microsserviços, processamento de lotes, machine learning e migração de aplicativos para a nuvem são apenas alguns dos casos em que os containers AWS podem ser usados.  Mas será que você sabe sobre seu funcionamento e quais são suas possíveis utilizações?

Docker e containers AWS: qual a relação dos dois?

Na Amazon Elastic Container Service (ECS), tudo começa com o docker – é importante entender sobre o que ele trata antes de falarmos sobre containers, principalmente para entendermos suas diferenças e usabilidades e o mais importante: como eles se complementam.

O docker é uma tecnologia que nos permite empacotar o software em unidades padronizadas, chamadas containers. A AWS permite que os containers Docker sejam usados sem nenhuma modificação, facilitando o desenvolvimento e manutenção. Os containers AWS possuem tudo o que o seu software precisa executar, incluindo bibliotecas, ferramentas de sistema, código do aplicativo e o mecanismo de tempo de execução. Enquanto o docker permite que você implante e dimensione aplicativos rapidamente em qualquer ambiente com a certeza de que seu código será executado.

Como os containers AWS funcionam?

O Elastic Container Service (ECS) é uma solução da Amazon Web Services para automatizar a frota de instâncias, entregando e executando seus containers AWS através deles. Ele monitora suas instâncias, quanto recursos elas têm e o que estão executando.  No Elastic Container Service (ECS), você encontra instâncias em seu cluster que possuem os recursos disponíveis para executar os containers AWS e os instrui a fazer o download dos containers AWS do registro e executá-los.

Vamos ver um passo a passo de como os containers AWS funcionam?

1º passo – Defina sua aplicação e Crie seu Cluster

Dentro do Amazon Elastic Container Service (ECS), selecione imagens e recursos de containers AWS necessários para seu aplicativo. Além disto, também crie um Cluster, que é um agrupamento lógico de serviços (services) e tarefas (tasks) na AWS.

2º passo – Lance seus containers AWS

Concluída a etapa anterior, você decide se vai lançar os containers AWS na Amazon Elastic Compute Cloud (EC2) ou no Amazon Fargate.

A diferença é que no Fargate, toda a gestão é feita automaticamente, sem configurações adicionais. No EC2, você tem um número maior de configurações, mas também ganha em flexibilidade e nível de controle, como por exemplo, a configuração do número de instâncias que serão usadas para seus containers.

3º passo – Gerencie seus containers AWS

O Amazon Elastic Container Service (ECS) dimensiona seu aplicativo e gerencia seus containers AWS para disponibilidade, tanto para Fargate, quanto para EC2.

No caso do Fargate, você não se preocupa em momento algum com instâncias e autoscaling, já que isto é feito de forma automática. Apesar de facilitar, é possível gastar muito mais do que se esperava, já que a cobrança não é tão simples e um escalamento de containers pode incorrer em custos altos rapidamente.

No caso do EC2, a administração envolve um acompanhamento diário de suas instâncias e containers, otimizando quando necessário, mas o controle sobre a parte financeira é muito mais certeiro: você sabe quanto custará cada instância e a chance de escalar muito é bem reduzida.

Por que usar containers AWS nas minhas aplicações?

Os containers AWS ajudam a manter a alta performance de suas aplicações de um jeito fácil, econômico e eficiente. Executados na Amazon Virtual Private Cloud (VPC), os containers AWS são altamente seguros. Além de não compartilhar nenhum recurso computacional com outros clientes, você pode gerenciar as permissões de acesso dos containers AWS, isolando-os para criar aplicativos totalmente confiáveis.

Com o Elastic Container Service (ECS), serviço responsável pelos containers AWS, você:

  • Automatiza a implantação de aplicativos docker;
  • Gerencia facilmente clusters de qualquer escala;
  • Tem integrações nativas com outros serviços da Amazon Web Services (AWS);
  • Não precisa instalar, manter ou atualizar nenhum software.

containers AWS

Os containers AWS são um excelente produto, mas nós sabemos que sempre existe uma pressão interna para reduzir os custos — de preferência, sem sacrificar a estabilidade no caminho.

Com esse dilema em mente criamos o Sky.Saver, uma solução que usa inteligência artificial para gerir sua infraestrutura na Amazon Web Services (AWS). Isso permite otimizar os recursos disponíveis, manter a estabilidade das suas aplicações e reduzir seus custos em até 80%. Ou seja, você tem a disponibilidade das EC2 pelo preço das máquinas SPOT!

Por meio do nosso dashboard exclusivo, você acompanha em tempo real seus investimentos e suas economias. Assim, você sabe exatamente quanto vai pagar — em moeda local, claro.

Quer experimentar o Sky.Saver gratuitamente por 15 dias? Fale com nossos consultores e entenda como reduzir os custos de infraestrutura AWS!

 

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.