O setor financeiro pode ser considerado como o coração de qualquer empresa. É através dele que fica clara a situação real da organização em termos de caixa, identificando se há a oportunidade de fazer investimentos para melhorar a operação ou se existe a necessidade de recorrer a alguma solução para sair do vermelho. Para ter visibilidade disso, é preciso recorrer à análise do fluxo de caixa.

A partir do trabalho para mapear despesas e recebimentos, fica mais claro se a sua empresa está operando de forma positiva ou negativa. Mas o que realmente significa fazer um fluxo de caixa? 

Ao longo do conteúdo, você vai entender os detalhes sobre o tema e conhecer o melhor caminho para simplificar seus processos financeiros, seja quando precisar reverter uma situação negativa no fluxo de caixa ou conseguir ter mais força para fazer novos investimentos. Confira!

O que é Fluxo de Caixa?

O fluxo de caixa é um relatório financeiro que registra as entradas e saídas de caixa de uma empresa em um determinado momento. É um dos elementos mais essenciais na gestão financeira de uma empresa, pois é um importante indicador da liquidez. Ele mostra uma fotografia da situação atual do caixa e uma previsão do caixa futuro.

Dentro do relatório, é fundamental ter informações sobre as receitas e despesas da empresa. Essas informações podem ser encontradas nos registros contábeis da empresa e é importante ordená-las para conseguir apurar o saldo do período (geralmente é feita uma análise mês a mês) e estimar os fluxos de caixa futuros.

No final, é encontrado um valor de saldo, que pode ser negativo ou positivo, fazendo a subtração entre os valores que entram e os valores que estão saindo. Mas o que pode representar receita ou despesa?

  • Exemplos de receita: recebimento financeiro de vendas, cobrança de dívidas, arrendamentos, solicitação de empréstimos, juros, antecipação de recebíveis, entre outros;  
  • Despesas ou desembolsos de caixa: pagamentos de faturas, pagamentos de impostos, pagamentos de salários, empréstimos, taxas, serviços de água ou eletricidade, entre outros.

Se o saldo for positivo, significa que a receita do período foi superior ao valor gasto em despesas. Já se o fluxo de caixa mostrar um resultado negativo, significa que os pagamentos foram superiores à receita.

Por que é importante contar com o fluxo de caixa?

A importância de preparar uma demonstração de fluxo de caixa é que ele nos permite, por exemplo: 

  • Antecipar déficits futuros ou falta de caixa. Nesse caso, a empresa já consegue recorrer a medidas de financiamento ou acesso ao crédito com antecedência;
  • Estabelecer uma base sólida para solicitação de crédito. Se a decisão de buscar opções de crédito precisa ser tomada em conjunto, seja entre diretoria, investidores ou outras partes decisivas na organização, contar com um plano de negócios com o fluxo de caixa claro vai ajudar na melhor estratégia de gestão financeira;  
  • Definir o plano de investimento. Caso tenhamos acumulado saldos positivos em algum período de tempo, parte desse saldo poderá ser investido no mercado com o objetivo de gerar uma fonte adicional de receita ou ampliar as atuais. Isso pode pode acontecer com investimentos em tecnologias ou equipamentos para melhorar a gestão da empresa, para citar um exemplo.

A demonstração do fluxo de caixa tem essa característica de identificar e documentar tudo que efetivamente entra e sai do negócio, como a receita das vendas ou o pagamento de contas. Mas na prática, ele não utiliza termos como “lucro” ou “prejuízo”, pois não está relacionado com a demonstração do resultado.

Somente com esse fluxo de caixa é que conseguimos saber rapidamente a liquidez da empresa, fornecendo informações importantes que ajudam a tomar as seguintes decisões:

  • Podemos fazer uma compra com pagamento imediato, para conseguir um desconto, ou é necessário solicitar um parcelamento?
  • Podemos conceder crédito aos nossos clientes?
  • Vamos fazer uma antecipação de recebíveis agora ou no mês seguinte?
  • Podemos pagar os boletos programados na data do vencimento ou devemos pedir um adiamento?
  • Podemos investir em novas contratações e projetos?

Além da planilha ou documento focado em acompanhar o fluxo de caixa e seus resultados ao longo do tempo, todas as informações de entradas e saídas devem constar no seu ERP.

Qual o papel do Fluxo de Caixa na hora de buscar serviços financeiros?

O fluxo de caixa também afeta a capacidade de crescimento da sua empresa. Quando ele é positivo, oferece mais capital para investir no seu plano de expansão de negócio. Afinal, quanto mais dinheiro você traz para o caixa, mais liberdade você tem para reinvestir.

Da mesma forma, o fluxo de caixa negativo força você a usar as reservas de caixa em contas a pagar, em vez de expandir o negócio.

Se você estiver enfrentando um fluxo de caixa negativo devido a problemas de pagamento dos seus clientes e por isso não consegue arcar com suas obrigações em dia, isso pode afetar sua capacidade de obter um empréstimo ou outras opções de crédito no futuro. Nesse caso, contar com os serviços financeiros é fundamental.

Entendeu a relação entre uma ponta e outra? É a partir do seu fluxo que fica claro se é necessário buscar uma solução financeira.

Se esse é o seu caso, que tal simplificar os processos financeiros, que reconhecidamente são sempre burocráticos? Aqui o melhor caminho é conectar uma camada de serviços financeiros com o seu software de gestão.

Isso mesmo! O ERP é a chave para conseguir ter acesso simplificado a soluções financeiras, já que o sistema conta com todas as informações necessárias e traz clareza sobre o seu fluxo de caixa atual. Mas será que seu ERP está pronto para antecipar recebíveis?

Sky.Simple: solução para conectar uma camada de serviços financeiros simplificados para seu software de gestão

Chegando até aqui, já ficou claro como o ERP, um elemento presente no coração de cada empresa, pode apoiar no acompanhamento do fluxo de caixa. Diversas empresas realizam o controle financeiro do seu negócio através de softwares de gestão.

Mas ele pode cumprir um papel ainda mais importante: através do seu ERP, já é possível contar com uma série de possibilidades conectadas com instituições financeiras que ofereçam serviços financeiros transparentes, seguros e digitais.

Com o Sky.Simple, sua organização dá um passo importante para facilitar qualquer decisão financeira. Essa solução permite conectar diretamente o ERP, que concentra toda a sua camada de informações do fluxo de caixa, com parceiros na disponibilização de crédito.

 

O Sky.Simple reúne uma série de benefícios para sua organização:

  • Melhores taxas do mercado;
  • Comodidade em serviços financeiros;
  • Burocracia mínima;
  • 100% digital;
  • Melhor experiência de uso;
  • Facilidade para tomar decisões financeiras.

Que tal dar esse passo importante para sua organização, indo além do fluxo de caixa? Então conecte já o Sky.Simple ao seu software de gestão! É só entrar em contato para falar com um de nossos especialistas.