As empresas continuam a reconhecer os benefícios da computação em nuvem como infraestrutura computacional. É a opção de acessar uma variedade de importantes serviços como alta disponibilidade, balanceamento de carga, backup e recuperação, entre outros.

A migração de aplicativos empresariais para a nuvem é um processo que passa por uma série de etapas, que precisam atender expectativas como desempenho, segurança e retorno do investimento. Por isso, a importância da construção de projetos de migração bem elaborados para tirar proveito de recursos nativos da nuvem, atendendo a requisitos de conformidade e que justificam o investimento.

>> Saiba como reduzir custos com AWS Spot

A migração para a nuvem não consiste apenas na escolha do fornecedor

O trabalho está apenas começando. Após a definição do modelo de IaaS e a escolha de um fornecedor confiável, a exemplo da AWS, em um projeto completo de migração de aplicativos empresariais são definidos a estrutura a ser utilizada, requisitos de conformidade, formas de monitorar e gerenciar as cargas de trabalho da nuvem, etc.

Felizmente, várias ferramentas estão disponíveis para ajudar as equipes de tecnologia a definir, controlar custos, monitorar o desempenho e impor políticas de segurança.

>> Saiba mais: Economia para quem já está na nuvem

Na fase de projeto é possível decidir quais aplicativos devem migrar para a nuvem, como escolher uma abordagem de migração e como gerenciar aplicativos após a fase de implantação. A arquitetura será fundamental para um projeto de sucesso.

Três perguntas a serem feitas antes de migrar aplicativos para nuvem

Antes de migrar todos os aplicativos empresariais para a nuvem é preciso garantir que a mudança vai oferecer o retorno do investimento realizado e os ganhos de produtividade esperados. Por isso durante o planejamento pense nas seguintes perguntas.

  • Quais aplicativos migrar?
  • Que abordagem de migração deve-se tomar?
  • Quais são as opções de ferramentas de migração e gestão da nuvem?

É preciso avaliar cada aplicativo utilizado na empresa, verificando seus requisitos, tanto para desempenho quanto para conformidade. Analisar a forma como será a migração e a fase pós migração e os recursos de apoio durante a fase de implantação.

>> Saiba como levar sua aplicação para a nuvem sem risco

Gerencie seus aplicativos na nuvem

Por fim, passado a fase de migração, utilize as ferramentas de gerenciamento e monitoramento para obter visibilidade nos fluxos de trabalho, otimizar o desempenho das aplicações e acompanhar os custos da adoção da nuvem.

As ferramentas de gerenciamento servem, por exemplo, para garantir o dimensionamento corretos das instâncias e evitar o pagamento desnecessário de recursos durante o suporte de seus aplicativos empresariais.

Certifique-se de pesar os prós e os contras de usar ferramenta nativa do provedor de nuvem ou a opção do parceiro oficial, a exemplo da Sky.One. Tudo vai depender da arquitetura definido pelo projeto.

Continue acompanhando o blog da Sky.One para saber realizar uma migração bem-sucedida de seus aplicativos empresariais para a nuvem. Entre em contato com nossa equipe e tire suas dúvidas.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.