Diante do cenário econômico e político que estamos passando atualmente é natural que ocorram mudanças com o objetivo de resolver problemas e buscar o crescimento do país. E como não poderia ser diferente o Simples também está passando por mudanças importantes, vejamos no que consiste o novo Simples, o que muda para 2018 e quais são os impactos em relação a tecnologia de Cloud Computing.

De acordo com o Sebrae, o Simples Nacional surgiu com a Lei Geral de 2006 e entrou em vigor em julho de 2007, criado pelo Governo Federal, consiste em um regime que unifica oito impostos em uma única guia, reduzindo a carga tributária para micro e pequenas empresas. Até outubro de 2016, arrecadou R$ 428 bilhões aos cofres da União, estados e municípios.

Novo Simples – o que muda em 2018

O projeto Crescer em linhas gerais, é um projeto do Governo Federal que busca desenvolver parcerias e investimentos junto ao setor privado de forma a ampliar iniciativas em infraestrutura, estimular o desenvolvimento tecnológico e industrial, o crescimento das empresas, a geração de empregos e desta forma alcançar as metas de desenvolvimento social e econômico do país.

Dentro das ações promovidas pelo Crescer, foram implementadas iniciativas visando a revisão da carga tributária e com o objetivo de diminuir a burocracia aplicada as empresas de pequenos e médio porte.

As mudanças antes de chegar ao conceito do Novo Simples, começaram já no ano de 2016, se estendem em 2017 e que se tornarão uma mudança efetiva junto às empresas em 2018, vamos construir uma linha do tempo.

  • Para o ano de 2016

A mudança consistiu apenas quanto ao parcelamento dos débitos, em virtude da alta inadimplência das empresas, aumentando o prazo do parcelamento para 120 meses. Facilitando aos negócios que possuem parcelamento vencidos, incluindo os não constituídos, com exigibilidade suspensa, já parcelados, em dívida ativa ou mesmo em fase de execução fiscal.

  • Para o ano de 2017

A novidade aplicada para este ano tem o objetivo de fornecer segurança jurídica voltada aos investidores em empresas focadas em inovação ou também conhecidas como Startups. Surgem os investidores chamados de Anjo, que visam fornecer o suporte necessário para alavancar os empreendedores com suas ideias inovadoras.

  • Para o ano de 2018

Está previsto para este ano a verdadeira mudança em relação ao Simples. Com destaque para os novos limites de faturamento, novas alíquotas e anexos, mais atividades cobertas pelo novo regime, facilidades para exportação e licitações, regras atualizadas para o MEI e aperfeiçoamentos quanto a fiscalização. Serão grandes mudanças que prometem ajudar bastante aos pequenos e médios empresários.

O novo Simples pode impactar empresas que utilizam a tecnologia de Cloud Computing?

De forma alguma! Na verdade existem diversos impactos positivos para quem já adotou a tecnologia de computação em nuvem. Mudanças referentes às legislações e tributos apresentam melhores resultados quando ocorre a migração para a nuvem.

Para as empresas de contabilidade

Segurança da informação, alta disponibilidade dos sistemas contábeis e dos dados dos clientes e recursos como backup e recuperação, são os primeiros benefícios alcançados pelas empresas de contabilidade que adotam o Cloud Computing, sem esquecer da redução de custos que são gerados.

Quanto as mudanças promovidas pelo novo Simples, uma vez que os sistemas contábeis, hospedados na nuvem, são atualizados de acordo com as novas legislações e tributos, todos os clientes são beneficiados de forma igualitária ao ter acesso a um sistema atualizado de acordo com a lei atual.

Imagine o impacto financeiro e de horas de trabalho para atualizar e adaptar cada cliente que utiliza sistemas contábeis de forma individualizada, ou seja, em sistemas instalados em servidores locais, correndo o risco até mesmo de gerar gastos com tecnologia para adaptar as mudanças.

Para os clientes contratantes dos serviços de contabilidade

Ao contratar empresas de contabilidade que utilizam provedores de Cloud Computing como AWS, os clientes passam a ter a segurança que todas as suas informações estão armazenadas em locais que adotam os melhores padrões de mercado, reduzindo os riscos de ataques ou vazamentos, e a possibilidade de acessar os dados contábeis de qualquer lugar ou dispositivo.

É importante destacar ainda que, ao utilizar a computação em nuvem é ter a certeza que não existem privilégios a determinados clientes, uma vez que o sistema de contabilidade compartilha das mesmas atualizações e está adequado às mudanças do novo Simples.

Continue acompanhando o blog da Sky.One e saiba todos os benefícios ao adotar uma plataforma hospedada na nuvem. 

photo credit: ccPixs.com 3D Cloud Computing via photopin (license)

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.