A nuvem é um dos elementos mais importantes para as empresas atualmente, desde as pequenas até empresas globais. Mas na prática, ela continua sendo um conceito amplo que abrange muitas possibilidades. À medida que você começa a considerar a mudança de seu negócio para a nuvem, seja para implementação de aplicações ou infraestrutura, é essencial entender as diferenças e vantagens dos diferentes serviços.

Embora os tipos de serviços estejam crescendo a cada dia, geralmente existem três modelos em nuvem que você deve considerar como os mais buscados:

  • Software as a Service (SaaS)
  • Platform as a Service (PaaS)
  • Infrastructure as a Service (IaaS)

Esses acrônimos estão por todos os lados e muitas vezes são usados de forma indiscriminada e até equivocada. Nosso objetivo aqui será colocar um pouco de clareza sobre o que são e como eles podem ser usados para ajudá-lo a traçar sua estratégia de cloud computing.

Para cada um deles, examinaremos o conceito, os benefícios e suas aplicações. Também o ajudaremos a compreender as principais diferenças entre SaaS, PaaS e IaaS para que você possa escolher a opção certa para sua organização.

Definições de IaaS, PaaS e SaaS

Vamos agora conhecer a definição de uma dessas soluções:

SaaS: Software como Serviço

Software as a Service, também conhecido como serviços de aplicações em nuvem, representa a opção mais comum utilizada por empresas no mercado de nuvem. O SaaS utiliza a internet para entregar aplicativos, que são gerenciados por um fornecedor terceirizado, aos seus usuários.

A maioria dos aplicativos SaaS é executada diretamente por meio de seu navegador da web, o que significa que eles não exigem nenhum download ou instalação no lado do cliente.

O SaaS oferece inúmeras vantagens para profissionais e empresas, reduzindo significativamente o tempo e o dinheiro gastos em tarefas de instalação, gerenciamento e atualização de software. Isso libera muito tempo para a equipe técnica dedicar-se a assuntos e questões mais urgentes dentro da organização.

PaaS: Plataforma como Serviço

Os serviços de plataforma em nuvem, também conhecidos como Platform as a Service (PaaS), fornecem componentes de nuvem para determinados softwares.

Na prática, esse serviço oferece uma estrutura para desenvolvedores que podem construir e usar para criar aplicativos personalizados. Todos os servidores, armazenamento e rede podem ser gerenciados pela empresa ou por um provedor terceirizado, enquanto os desenvolvedores podem manter o gerenciamento completo dos aplicativos.

Não importa o tamanho da sua empresa, o uso de PaaS oferece inúmeras vantagens, incluindo:

  • Desenvolvimento e implantação de aplicativos simples e econômicos;
  • É altamente disponível e escalável;
  • Redução significativa na quantidade de codificação necessária.

IaaS: Infraestrutura como serviço

Os serviços de infraestrutura em nuvem, conhecidos como Infrastructure as a Service (IaaS), são compostos por recursos de computação automatizados e altamente escaláveis, como uma máquina virtual. IaaS é totalmente self-service para acessar e monitorar computadores, rede, armazenamento e outros serviços.

O IaaS permite que as empresas comprem recursos sob demanda conforme necessário, em vez de ter que comprar hardware imediatamente.

IaaS oferece muitas vantagens, incluindo:

  • O modelo de computação em nuvem mais flexível;
  • Fácil de automatizar a implantação de armazenamento, rede, servidores e capacidade de processamento;
  • Os clientes mantêm o controle total de sua infraestrutura;
  • Altamente escalável.

Levando seu software para a Nuvem

Como e quando utilizar soluções IaaS, PaaS e SaaS?

Vamos entender em qual momento as soluções podem e devem ser utilizadas, dependendo dos problemas existentes nas organizações.

Como usar IaaS

Se você é responsável por um data center empresarial, sabe que para ativar e manter qualquer aplicação é necessário considerar absolutamente todos os aspectos relacionados ao hardware e software do sistema.

O primeiro bloco de preocupações inclui questões básicas como espaço físico, energia e refrigeração, além da montagem de toda a infraestrutura de acesso à internet, rede local, balanceadores de carga e acesso remoto seguro. Completando esse bloco você deve pensar nos seus servidores e dispositivos de armazenamento que a sua aplicação exige.

Quando nos movemos para o ambiente de cloud, esse primeiro bloco de elementos é ofertado como Infrastructure as a Service (IaaS). Em outras palavras, ao contratar uma instância ou máquina virtual como IaaS, você leva um servidor com armazenamento que está conectado em uma rede e você não precisa se preocupar com nenhum aspecto físico desse hardware todo.

Cabe a você acessar essas máquinas e instalar todo o software necessário. Entre as grandes provedoras de mercado de IaaS estão a Amazon Web Service, Microsoft Azure e o Google Cloud Platform.

Como usar PaaS

Sabemos que para a aplicação funcionar corretamente ainda há a preocupação com questões importantes como o Sistema Operacional, suas atualizações, ajustes e proteções. Também precisamos de algum tipo de front-end como servidores HTTP ou virtualizadores de sessões. Finalmente precisamos instalar e manter um banco de dados sobre o dispositivo de armazenamento disponível.

Quando esse segundo bloco de elementos faz parte da oferta de cloud estamos falando de Platform as a Service (PaaS). As ofertas de PaaS geralmente estão amarradas à frameworks de desenvolvimento específicos.

Isso é importante pois as questões do sistema operacional, do banco de dados e do front-end são ajustadas para funcionar bem com um determinado ambiente. Dessa forma você pode contratar PaaS para rodar sua aplicação .NET, Java, PHP, Ruby on Rails ou Django entre outros.

Tipicamente o provedor PaaS oferece algumas opções de ambiente para cada tipo de framework e você terá que se adaptar à essas restrições. Dessa forma, você é responsável pelo desenvolvimento do código da aplicação e apenas tem que seguir alguns procedimentos para exportar esse código para a infraestrutura do PaaS.

Toda a manutenção do ambiente de produção fica a cargo da provedora de PaaS que mantém todo o sistema completamente automatizado. Além do Google e da Microsoft, outros provedores estão disponíveis e o escalonamento de uma aplicação é muito simples.

Como usar SaaS

Já o Software as a Service (SaaS) é um proposta completa onde você apenas usa o software que a provedora desenvolveu. Nesse caso a sua única preocupação é com a personalização do software a fim de garantir a sua eficiência e bom uso.

A grande maioria de ofertas de SaaS são baseadas em aplicações Web onde todos usuários acessam via browser. Os exemplos mais comuns incluem o Google Apps e o Microsoft Office 365 no qual você pode adquirir serviços de e-mail e aplicações de escritório em cloud, ou o SalesForce e o Pipedrive que oferecem soluções sofisticadas de CRM.

Soluções para Problemas Distintos

Como se percebe, IaaS, PaaS e SaaS atendem a propósitos diferentes e portanto são soluções complementares. Se você tem uma aplicação específica com muitas particularidades é provável que apenas o IaaS possa lhe atender na cloud.

Caso você tenha uma aplicação sua desenvolvida sobre os frameworks mais conhecidos do mercado, é provável que o PaaS seja a forma mais rápida e simples de migrar para a nuvem aproveitando toda a automação que esse modelo oferece.

Finalmente, se as suas necessidades se encaixam em soluções prontas de mercado, o SaaS oferece a alternativa mais rápida para usar a cloud.

Orquestração e Automação

Para os modelos IaaS e PaaS, é fundamental analisar as ferramentas de orquestração e automação que estão disponíveis pelo provedor e como você pode interagir com elas para garantir que a escalabilidade da solução seja a mais suave e automática possível.

Além disso, esse ferramental facilita todas as tarefas referentes à alta disponibilidade do seus sistema e a montagem de estratégias de Disaster Recovery. As ofertas variam entre os diferentes provedores e geralmente as soluções mais completas e flexíveis permitem que sua aplicação seja mais facilmente portada para cloud, usufruindo dos benefícios desse ambiente de forma mais eficiente.

Se você quer dar esse passo importante e contar com as soluções IaaS, PaaS e SaaS, entre em contato com o nosso time e confira as opções que a Sky.One pode oferecer e apoiar a sua organização!