No passado, as empresas do setor de varejo que precisavam de infraestrutura computacional para crescer não tinham escolha senão investir em software, servidores e pessoal necessário para isso.

Agora, a computação em nuvem permite que empresas, de todas as formas e tamanhos, tenham acesso a estrutura que precisam, além de facilitar o compartilhamento de informações estratégicas, a exemplo de transações, informações de inventário, relatórios e muito mais.

A computação em nuvem se tornou fundamental para o crescimento do varejo

A computação em nuvem hoje vai além de um infraestrutura computacional para as empresas. Ela é vista não só como uma possibilidade de reduzir custos de TI, a nuvem tem um valor real para os negócios, especialmente para o varejo moderno e indústrias da cadeia de suprimentos.

Considerada estratégica, a computação em nuvem tornou a estrutura computacional acessível a diferentes tipos de varejo e de tamanhos variados. Ela integra de forma direta varejistas, fornecedores e clientes, levando a vários benefícios.

>> Saiba mais: Computação em nuvem: alta tecnologia para o varejo

  • Mantém e sincroniza as informações de inventário sempre atualizadas

Quando um produto é vendido, a contagem do estoque se ajusta e reflete para todas as outras lojas que estejam procurando esse item em particular. Isso é especialmente útil para varejistas que oferecem compra on-line, bem como marcas e fornecedores que fornecem remessa direta para varejistas.

  • Compartilhar dados de vendas no varejo

Os varejistas compartilham suas informações de ponto de venda em tempo real para que gestores e fornecedores possam analisar informações e fazer recomendações estratégicas que ajudem no aumento das vendas dos produtos.

  • Melhora a experiência do cliente

A computação em nuvem transformou a experiência do cliente, facilitando para que varejistas mudassem a forma como o atendimento ao cliente acontece. Atualizações de produtos, notícias e outras informações relevantes, são customizadas para atender a diferentes tipos de clientes.

>> Saiba mais:4 tendências em tecnologia que vão transformar os negócios

Muito além dos custos de tecnologia

A exemplo da Amazon, os serviços de computação em nuvem são todos gerenciados e atualizados e, como toda a infraestrutura computacional deve funcionar todos os dias, seu objetivo principal é garantir tudo pronto e protegido.

Com a maior parte dos serviços de TI acontecendo na nuvem, os varejistas podem se concentrar em vender seus produtos em vez de criar uma estrutura de tecnologia. O objetivo é se dedicar aos processos de venda, reduzindo o tempo e esforços gastos nos serviços de tecnologia.

>> Saiba mais: O futuro das empresas passa pela computação em nuvem

Quando os varejistas e fornecedores têm a opção de transferir grande parte de suas necessidades de tecnologia para um serviço em nuvem eles podem se concentrar em deixar seus clientes satisfeitos, tornar os negócios lucrativos e prontos para um futuro de crescimento.

Inscreva-se no nosso blog para receber notícias na cadeia de varejo e suprimentos, recursos valiosos, dicas de especialistas e muito mais.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.