Está pensando em desenvolver aplicações na nuvem e está com dificuldades em decidir qual é a melhor linguagem para o seu projeto? Leia nosso artigo e veja os insights sobre o assunto no blog da Sky.One!

Não existe uma linguagem que seja ideal para desenvolver aplicações na nuvem, por isso, antes de escolher qual utilizar, é importante conhecer as opções disponíveis e entender quais seus prós e contras- conhecer as vantagens e desvantagens é o primeiro passo para oferecer uma solução que excede as expectativas.

Quando o assunto é desenvolver aplicações na nuvem que lidam com análise de grandes blocos de dados,  SQL é a linguagem preferida por muitos programadores. Voltada para sistemas de bancos de dados relacionais, o SQL ajuda a analisar, recuperar e atualizar as informações contidas no banco de dados.

Um ótimo exemplo é como o crescimento da importância e uso do Big Data pelas empresas está afetando o tamanho dos bancos de dados. Quanto mais informações precisam ser tratadas, computadas e interpretadas pelas máquinas, maiores serão os bancos de dados. A linguagem SQL pode ser a aliada que trará a agilidade que você precisa para desenvolver aplicações na nuvem.

  • Java

Muitos ficam na dúvida em relação ao Java. A boa  notícia é que trata-se da ferramenta perfeita para desenvolver aplicações na nuvem corporativas. Por existir há mais de 20 anos, os programadores têm um amplo acervo de documentos, bibliotecas e frameworks à disposição. É a linguagem ideal para quem precisa lidar com arquiteturas transacionais complexas, como é o caso dos e-commerces.

Java também é a linguagem dos dispositivos Android. Portanto, você deve levar essa linguagem em consideração se a plataforma do robozinho fizer parte da sua estratégia de distribuição.

Python é uma linguagem interpretativa de código aberto. Fácil de aprender, foi adotada pelos mais populares softwares de gerenciamento de Infraestrutura como Serviço (IaaS). Se você pretende desenvolver aplicações na nuvem que se expandem horizontalmente, Python é uma das melhores linguagens para isso.

Ou seja, se você for trabalhar com Machine Learning, Inteligência Artificial ou Big Data, a  Python é a linguagem mais indicada. Com uma grande variedade de bibliotecas prontas, como PANDAS, NumPy, SciPy, MatPlotLib, ela é a preferida dos cientistas de dados.

No momento de analisarmos os contras, podemos notar que a Python é muito difícil de escalar em vários núcleos numa única máquina. Isso se deve às limitações do Global Interpreter Lock (GIL). Um outro ponto para se atentar é que os desenvolvedores precisam projetar programas específicos com Python para fazer suas aplicações rodarem em Windows e Linux.

Isso não diminui em nada a fama da Python: o crescimento da demanda por profissionais especializados em Python não tem previsão de queda nos próximos 5 anos – fica aí uma dica de aposta para o futuro!

  • Ruby

Ruby é uma linguagem popular entre as startups, incluindo Airbnb, Github, and Groupon. Há inúmeras bibliotecas e ferramentas baseadas na web para ajudar os programadores a desenvolver aplicações na nuvem. Embora seja adequada para automação, Ruby não dimensiona bem quando se trata de servidores e muitas solicitações para a aplicação, mas pode ser útil no desenvolvimento de aplicações.

  • PHP

PHP é uma velha conhecida dos programadores de aplicações e websites. Facebook e WordPress são apenas alguns dos grandes nomes do mercado que usam essa linguagem. Os anos de experiência estão refletidos na quantidade de ecossistemas, frameworks, materiais disponíveis para a comunidade de desenvolvedores. Quem deseja desenvolver aplicações na nuvem deve ter em mente que projetos maiores ou que não têm estrutura rígida podem se tornar difíceis de ler e manter com PHP.

Seja qual for a sua linguagem de preferência, tenha sempre em mente que o seu projeto vai evoluir  e, consequentemente, escalonar. Uma equipe preparada e uma estrutura de ponta são essenciais no seu sucesso.

Preciso de ajuda para desenvolver aplicações na nuvem. E agora?

Você, na verdade, precisa do Sky.Saver! Trata-se da solução ideal para economizar para aplicações que foram desenvolvidas nativamente na nuvem.

Capaz de reduzir seus custos com infraestrutura AWS em até 80%, o Sky.Saver oferece alta disponibilidade, escalabilidade e eficiência. Ou seja, o Sky.Saver oferece a gestão simplificada e segurança das EC2 pelo preço das máquinas SPOT.

Sabemos que o orçamento de TI é geralmente apertado, por isso aqui você só paga uma porcentagem do que economizar. Em moeda local, claro! Testado em milhões de instâncias de grandes empresas, o Sky.Saver permite que você monitore seus gastos economias em tempo real. Tudo isso por meio de um dashboard exclusivo.

Quer experimentar? Fale com nossos especialistas e teste o Sky.Saver gratuitamente por 15 dias.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.