Você conhece todos os bancos de dados na AWS? Mais do que conhecer, é preciso entender as características de cada um, principalmente seus prós e contras. Isso pode ser a diferença entre o fracasso e o sucesso dos seus negócios. Ficou curioso? Veja nosso artigo!

Conhecer os diferentes bancos de dados na AWS é fundamental para fazer a escolha certa para seus aplicativos. Vamos dizer para você quais são os tipos de banco de dados na AWS, com foco em suas vantagens e desvantagens.

Tipos de bancos de dados na AWS

É importante entendermos que existem dois tipos de bancos de dados na AWS: bancos de dados relacionais e bancos de dados não-relacionais. Mas o que será que os diferencia? Não se preocupe! Contaremos para você os detalhes de cada um deles.

Banco de dados relacional

Trata-se de um conjunto de dados estruturado para reconhecer as relações entre os itens de informação armazenados. Composto por tabelas, são capazes de se comunicar e compartilhar informações, o que facilita a pesquisa de dados, organização e relatórios. Sua interface de programação de aplicativos (API) é o Structured Query Language (SQL).

Existem quatro bancos de dados na AWS que fazem parte desse grupo: Amazon Aurora, Amazon Commercial, Amazon Community e Amazon Data Warehouse.

Com bancos de dados relacionais você:

– Reduz as horas gastas para migrar, configurar e ativar seus bancos de dados na AWS;

– Tem acesso a métricas dos seus bancos de dados na AWS, automatizando patches e atualizações;

– Simplifica backups e snapshots para todos os bancos de dados na AWS;

Torna a escalabilidade mais simples e rápida.

Por outro lado, os bancos de dados relacionais:

– Apresentam dados normalizados, o que significa muitas junções e afeta a velocidade;

– Não escalam muito bem horizontalmente;

– Têm dificuldade para lidar com dados semiestruturado.

Banco de dados não-relacional

Também conhecido como NoSQL, trata-se de um banco de dados projetado para lidar com dados não estruturados ou que não se encaixam perfeitamente numa tabela. Hoje, a maioria dos dados gerados não está estruturada, tornando o banco dados não relacional mais escalonável e flexível. Sem dúvida, o crescimento de aplicativos de Big Data ajudou a popularizar o NoSQL.

Existem três bancos de dados na AWS que fazem parte desse grupo: Amazon DynamoDB (Key Value), Amazon ElastiCache (In-Memory Data Store) e Amazon Neptune (Graph).

Com os bancos de dados NoSQL você:

– Consegue dimensionar seus aplicativos horizontalmente e trabalhar com dados semiestruturados;

– Alta disponibilidade;

– Atualiza facilmente seus bancos de dados na AWS, o que é ótimo para lidar com aplicativos em constante mudança.

Os pontos negativos dos bancos de dados não-relacionais são:

– Suporte limitado para junções;

– Os dados são desnormalizados, exigindo atualizações em massa;

– Indexação limitada.

Seja qual for a sua escolha, quando o assunto é bancos de dados na AWS, você precisa garantir a estabilidade dos seus aplicativos.

Já imaginou poder dar preferência a uma solução sabendo que ela é acompanhada de valores que cabem no seu bolso? Com o Sky.Saver você economiza até 80% dos seus gastos com infraestrutura Amazon Web Services (AWS). É o melhor dos dois mundos: a estabilidade das EC2 pelo preço das instâncias SPOT.

Por meio de um dashboard exclusivo, você acompanha seus investimentos, economias e estratégias de escalonamento em tempo real. O melhor: não há custo fixo. Você só paga um percentual sobre o valor que economizar, em moeda local.

Ficou com vontade de testar nosso Sky.Saver? Nós disponibilizamos a solução gratuitamente por 15 dias para que você posta testar e comprovar suas vantagens e ainda contamos com uma gama de materiais para te ajudar a entender qual a melhor opção para sua empresa! Descubra como escolher a melhor database AWS para sua aplicação.