Após o sucesso da migração, é importante garantir que o investimento realizado na nuvem apresenta os resultados esperados, por isso a necessidade de adotar métricas que possam avaliar os custos da nuvem e o nível de satisfação dos usuários ao adotar a tecnologia.

A definição de métricas que retratam o desempenho da nuvem, é a melhor maneira de avaliar os benefícios da nuvem em diferentes aspectos, além do financeiro. Com o uso das KPIs é possível construir a base para futuras melhorias e correções do projeto.

>> Saiba mais: Projetos de missão crítica nem sempre justificam o alto investimento

Utilize as métricas certas para avaliar o sucesso da nuvem

Existem vários tipos de métricas que podem ser utilizadas para verificar a eficácia e eficiência da nuvem, entretanto, é de fundamental importância escolher as que melhor refletem as informações estratégicas para se fazer uma avaliação concreta dos investimentos.

É muito comum, por exemplo, que as empresas escolham as KPIs com base nas necessidades dos usuários, e que identifique critérios operacionais ou comerciais que permita avaliações que possam demonstrar informações referente ao ROI.

Uma importante dica para definir as melhores métricas a serem utilizadas é levar em conta os objetivos que levaram ao investimento da nuvem. Imagine por exemplo, que a migração ocorreu devido a problemas de performance das soluções utilizadas na empresa, então, é preciso avaliar os tempos de resposta envolvidos com uma aplicação crítica.

Outro critério importante para ser utilizado na definição das KPIs são os chamados fatores críticos de qualidade. Eles serão os índices que vão avaliar o sucesso do investimento.

>> Saiba mais: 7 dicas para a otimização de custos da nuvem AWS

Vamos considerar quatro tipos comuns de KPIs para nuvem.

  1. KPIs relativas ao serviço

Seja nuvem pública, privada ou híbrida, as empresas geralmente começam com KPIs que refletem a integridade, qualidade e disponibilidade dos serviços em nuvem. Essas métricas são orientadas para serviços responsáveis pela alta disponibilidade da nuvem e os critérios de resolução de problemas.

  1. KPIs de satisfação aos clientes / usuários

Se os usuários não estiverem satisfeitos com os serviços na nuvem, de nada adiantou os investimentos que foram realizados. Para evitar que os usuários busquem outras opções de infraestrutura, verifique métricas a exemplo de, satisfação do usuário e serviços em uso para verificar o engajamento na nuvem.

  1. KPIs que avaliam o custo

As organizações também implementam KPIs para verificar os custos. O uso da nuvem pode resultar em custos imprevisíveis e inesperados, o que torna importante a análise crítica para determinar se a implantação da nuvem realmente beneficia o negócio. Custos operacionais e de infraestrutura são bons exemplos de métricas a serem utilizadas.

  1. KPIs ligadas a infraestrutura

As KPIs ligadas a infraestrutura de nuvem são usados ​​principalmente para nuvem privada, e incluem detalhes operacionais a respeito de servidores, armazenamento, rede e outros elementos da estrutura de TI na nuvem.

>> Saiba mais: Migrou para a nuvem? Chegou a hora de otimizar resultados, conheça a AWS Spot

Embora a lista de métricas da nuvem possa ser grande, poucas são as que geralmente servirão como base para decisões comerciais da nuvem. É preciso avaliar com cuidado as métricas, assim como os critérios de qualidade.
Inscreva-se em nosso blog, vamos continuar a falar sobre métricas e eficiência na nuvem. Não perca a oportunidade de saber mais sobre a nuvem e seus benefícios.

Escrito por

Equipe Sky.One

Este conteúdo foi produzido pela equipe da SkyOne, composta por especialistas em nuvem e transformação digital.