Pesquisa da Sky.One, em parceria com a Advance Consulting, indica, ainda, que apenas 5% tinham intenção de demitir e 35% contratar

 

Apesar de muitas companhias de tecnologias da informação e comunicação terem sentido os impactos da pandemia, reduzindo o número de colaboradores e os investimentos em marketing e vendas, algumas seguiram no caminho oposto. Estudo da Sky.One, em parceria com a Advance Consulting, revela que 40% das empresas de TIC incrementarão seus investimentos em marketing e 10% reduzirão no segundo semestre de 2020.

A pesquisa ouviu 1.320 entrevistados entre C-levels, gerentes, profissionais de vendas, analistas, consultores e administradores, dos segmentos de serviços, softwares, saas (Softwares as a Service), hardware, iaas (infraestructure as a service) e paas (plataform as a service). Além disso, 13% dessas empresas tinham até quatro colaboradores, 65% menos de 50, e 24% de 50 a 250. Já 18% das empresas entrevistadas em 2019 tinham até R$ 1 milhão em faturamento, 35% com até R$ 2,4 milhões e 64% com até R$ 9 milhões.

Segundo o levantamento, no primeiro semestre de 2020, 22% das companhias demitiram colaboradores e 23% contrataram, e 34% reduziram os investimentos em marketing, enquanto 25% aumentaram. Já a expectativa para o segundo semestre deste ano era mais otimista, com apenas 5% das empresas com planos de demitir funcionários, enquanto 35% tinham intenção de contratar. Já 10% pensavam em reduzir os investimentos em marketing e 40%, em aumentar.

Além disso, o estudo mostra que por mais que os eventos presenciais, que tomam a maior parte do orçamento, não aconteçam, os investimentos em outras ações de marketing, como plataforma de eventos online, ferramentas de automação e nutrição de marketing, revitalização de sites e blog, reinvenção no uso das redes sociais, contratação de chatbots no processo de vendas, programa de influenciadores internos e expansão de investimentos em anúncios online, continuam sendo uma aposta de crescimento e visibilidade por parte das companhias.