A Internet e a computação em nuvem já vem sendo bastante utilizada para impulsionar o setor agrícola em diversos países, inclusive no Brasil. A produção, pesquisa e desenvolvimento tem sido as áreas que mais tem se beneficiado do potencial ligado a nuvem e com resultados surpreendentes.

Aliado as novas tecnologias, como Internet das Coisas, a computação em nuvem tem ampliado seu uso e tem auxiliado o governo e o setor privado no crescimento econômico em diferentes partes do mundo.

A computação em nuvem tem ajudado aumentar a produtividade e a qualidade na agricultura

O uso da computação em nuvem na agricultura tem sido bastante utilizada no objetivo de aumentar a produtividade e a qualidade dos produtos agrícolas, e essa participação também tem contribuído para a qualidade de vida dos agricultores nas zonas rurais.

Um dos objetivos da aplicabilidade da nuvem é tornar a “agricultura mais inteligente”, a exemplos de projetos que envolvem o monitoramento e controle dos ambientes de produção agrícola e de animais, melhorando a produtividade e ajudando em aumentar o rendimento das diversas culturas.

Como resultados do poder computacional disponível ao produtores rurais, a computação em nuvem tem auxiliado em gerar competitividade, especialmente na exportação de produtos agrícolas. A alta tecnologia tem proporcionando, por exemplo, uma maior transparência aos exportadores sobre o cultivo e informações críticas quanto ao rastreamento.

Com a tecnologia da nuvem é possível construir fazendas inteligentes, com foco nos principais produtos agrícolas

Com a possibilidade de associar os recursos de cloud computing com as mais recentes tecnologias, é possível planejar a produção e saber se, o que será produzido será suficiente para as necessidades do mercado, tudo isso comparando com dados históricos com informações em tempo real e alto poder de processamento. Isso permite decisões estratégicas como verificar a necessidade de importação de produtos ligados a agricultura, criar estratégias competitivas e atender a nichos de mercado.

A computação em nuvem tem fornecido as instituições de pesquisa e desenvolvimento, que trabalham em estreita colaboração com o setor privado e agências governamentais, informações sobre as condições de plantio em diferentes áreas e situações. É possível ainda receber, processar e distribuir dados espaciais que auxiliam na tomada de decisão em áreas de interesse. É possível com o uso de ferramentas inteligentes, verificar a ocorrência e planejar o combate de pragas, programar a produção anual e, desta forma, evitar a falta de produtos ao mercado.

Cloud Computing como ferramenta de integração ao Agronegócio

Graças a infraestrutura de TIC altamente desenvolvida, fornecida a exemplo da Amazon, é possível integrar  a agricultura, o consumidor, empresas e setores industriais, impulsionando desta forma o agronegócio.

O uso intensivo de dispositivos móveis altamente conectados e soluções desenvolvidas para a nuvem, permite que produtores agrícolas, comerciantes e fornecedores se integrem a um sistema unificado, criando inovações para o gerenciamento de cadeia de suprimentos e integrada a plataformas de mercado eletrônico.

Saiba mais sobre agricultura e computação em nuvem, assine o nosso blog para entender como agricultores tem otimizado seus lucros aplicando tecnologia de TI e construindo fazendas inteligentes.