No Brasil, empresas buscam aumentar suas vendas por meio de formas de pagamento facilitadas para os seus clientes, podendo esses pagamentos serem feitos a prazo, parcelado com duplicatas, cheques ou carnês.

Com essas opções de pagamentos, surge a possibilidade da empresa fazer antecipação de recebíveis.

Você já tinha ouvido falar sobre esse termo? Sabe como fazer essa ação financeira? E quando será que vale a pena fazer essa escolha?

Para tirar essas dúvidas e deixar claro o que é antecipação de recebíveis, preparamos um conteúdo completo sobre o tema com tudo que precisa saber para identificar agora mesmo se é o momento de fazer e quais as opções disponíveis para isso. Confira!

O que é antecipação de recebíveis?

A antecipação de recebíveis acontece quando uma empresa possui uma série de valores para receber no futuro, vindos principalmente de vendas parceladas em cartão de crédito, cheques pré-datados e duplicatas, e solicita esse dinheiro antecipadamente para aumentar a liquidez do seu caixa e promover uma boa saúde financeira para empresa.

Usando o exemplo de uma distribuidora de alimentos, é comum que as vendas sejam feitas em parcelas, com os recebimentos chegando apenas meses depois. Com a antecipação de recebíveis, a empresa pode ter esse valor antes do programado para cobrir despesas mais urgentes, evitando o acúmulo de dívidas que trariam altas taxas de juros. 

Como o nome já diz, é a ação de antecipar para o caixa da empresa valores que seriam pagos apenas no futuro. É a transformação das vendas a prazo em dinheiro à vista.

Com base na quantidade de recebimentos que os negócios efetuam mensalmente, o proprietário da empresa pode antecipar recebimentos futuros e obter adiantamentos dos recebimentos como forma de financiamento, para investir ou pagar outras dívidas e despesas, tudo com base no valor previsto.

No geral, a antecipação do recebimento desses valores é uma possibilidade para as empresas ajustarem suas despesas e investimentos ao longo de períodos de possíveis escassez no fluxo de caixa. O proprietário da empresa pode usar essa fonte de financiamento para injetar dinheiro de volta na empresa para projetos futuros ou para uma expansão.

Fazer antecipação de recebíveis ou empréstimo?

Como vimos, a antecipação de recebíveis pode parecer semelhante a um empréstimo, com a diferença de que nesse caso a empresa já teria acesso a esses valores. Já no empréstimo, a empresa pega emprestado um valor que depois será devolvido com taxas de juros. 

Mas para os negócios conseguirem obter o dinheiro necessário, é mais fácil recorrer a adiantamentos de recebíveis do que empréstimos bancários. Os bancos, tradicionalmente mais conservadores, têm menos probabilidade de liberar um empréstimo, com vários pontos do processo que geram burocracia para ter acesso a esses valores.

Basicamente, cada uma dessas escolhas de soluções de disponibilização de valores terá vantagens e desvantagens. O mais importante no primeiro momento é entender qual é a taxa cobrada por cada transação.

Pensando em antecipar os recebíveis, existem 2 principais tipos de venda que pode interferir na taxa cobrada para que consiga fazer essa escolha:

  • Crédito parcelado a curto prazo;
  • Crédito parcelado a longo prazo.

Para cada uma dessas opções, a empresa contratada poderá cobrar uma taxa diferente e, geralmente, quanto maior o prazo de pagamento, com vários meses ainda para ter os valores em caixa, maior será o valor que você terá que pagar para conseguir obtê-los de forma antecipada.

Como fazer uma antecipação de recebíveis?

Já entendemos como a antecipação de recebíveis funciona e quais as diferenças dessa opção para o empréstimo. Mas como fazer isso na prática?

Para que consiga ter uma antecipação, é preciso passar por duas etapas antes: determinar como está a saúde financeira da empresa e escolher os serviços que oferecem essa opção de antecipação.

1. Analise a saúde financeira para determinar o valor que precisa antecipar

Nesta primeira etapa, é preciso ter uma visão global de todos os seus recebimentos previstos para determinar o valor exato que realmente precisa antecipar

Pode ser difícil tirar conclusões rápidas, e é por isso que organizar todas as suas previsões de pagamento em um único local é uma ação necessária, onde é possível ver o total de lançamentos a serem recebidos por mês, assim como como o registro mês a mês dessas entradas.

Com essas informações em mãos, você já tem uma visão muito boa do que deve receber e pode fazer comparações com suas contas a pagar ou valores que geralmente são gastos todos os meses para ver se você precisará da antecipação.

Muitas empresas utilizam um ERP de Gestão para fazer esse controle.

2. Conheça os serviços disponíveis para antecipações

Como as vendas parceladas por cartão de crédito, duplicatas, cheques ou carnês representam o maior volume de venda à prazo nas empresas, há a possibilidade de efetuar a antecipação de recebíveis entrando em contato direto com as operadoras. O detalhe é que elas geralmente possuem taxas bem diferentes uma das outras, então vale fazer uma pesquisa detalhada antes.

Algumas fintechs de crédito também estão inovando nesse mercado, usando tecnologia para fazer a antecipação de recebíveis. Mas a vez agora é das techfins, que por serem menos burocráticas, oferecem mais chances de conseguir a antecipação dos valores na conta em menos tempo.

Mas uma boa alternativa é buscar soluções que se conectam ao seu software de gestão, criando uma camada de serviços financeiros mais simples e conectada diretamente com os seus registros de movimentações.

Quando fazer uma antecipação de recebíveis?

Quando o proprietário da empresa precisa tomar a decisão de antecipar esses recebimentos previstos para os próximos meses? Podemos dizer que há 3 momentos principais para fazer essa escolha:

Quando a previsão do fluxo de caixa mostra um cenário positivo

Antes de considerar um adiantamento, o proprietário da empresa precisa observar atentamente a consistência dos recebimentos que está conseguindo todos os meses. Ter essa previsão do fluxo de caixa é fundamental para saber exatamente o que precisa antecipar e o que pode continuar aguardando para receber no futuro.

Quando há uma possibilidade de investimento que vai impulsionar as vendas

Se no seu planejamento já ficou claro que antecipar os recebimentos nesse momento vai ajudar a investir em ações que vão ajudar a ampliar suas vendas, e consequentemente ampliar a capacidade de caixa da empresa, esse é um dos momento de fazer essa escolha.

Quando os juros da antecipação são muito baixos

É muito convidativo para uma empresa aproveitar esse tipo de oportunidade depois de verificar que os juros cobrados para a antecipação estão muito baixos comparados a outros momentos e a outros tipos de empréstimo. Essa pode ser a melhor chance para quitar dívidas e pendências financeiras.

Agora que já sabe tudo sobre antecipação de recebíveis, continue acompanhando o nosso blog para não perder mais novidades e dicas sobre esse tema!